top of page

SESSÃO SOLENE HOMENAGEIA CLARA CHARF, LÍDER FEMINISTA DOS ANOS 50

SESSÃO SOLENE HOMENAGEIA CLARA CHARF, LÍDER FEMINISTA DOS ANOS 50

A Câmara de Sorocaba realiza, na próxima segunda-feira, 6, às 19h, uma sessão solene em homenagem à Clara Charf, militante feminista dos anos 50, que fundou a Associação Mulheres pela Paz e foi responsável pelo projeto "1.000 Mulheres para o Prêmio Nobel da Paz". Durante a sessão, também será realizada a Aula Inaugural do curso Promotoras Legais populares (PLP), do Instituto Plena Cidadania. (Plenu). Proposta pela vereadora Iara Bernardi (PT) - cuja principal bandeira é a luta em defesa das mulheres - a sessão solene tem o objetivo de também celebrar o Dia Internacional da Mulher.

HOMENAGEADA

Clara Charf, hoje com 92 anos, é militante política desde 1945, integrou o Partido Comunista Brasileiro (PCB) e movimentos sociais logo após a Segunda Guerra Mundial. Viveu o exílio em Cuba durante os anos de ditadura militar no Brasil e, hoje, difunde novas formas de praticar a paz e combater a violência doméstica. Ela é viúva de Carlos Marighella, guerrilheiro, escritor e um dos principais organizadores da luta contra a ditadura militar. Clara Charf dá nome à 15ª Turma do Curso Promotoras Legais Populares (PLP) que, a cada ano, homenageia figuras importantes na luta pelos direitos das mulheres.

CURSO O curso Promotoras Legais Populares (PLP) terá início com a sessão solene e será retomado a partir do dia 17 de março. A palestrante do dia será a professora Vera Capucho, que discorrerá sobre "A memória da luta feminista contra a ditadura e pela democracia". As aulas serão realizadas sempre as sextas-feiras, das 19h às 22h, na sede do Instituto Plena Cidadania. O curso tem duração de oito meses.

Os objetivos são: criar nas mulheres a consciência sobre os direitos que elas possuem enquanto mulheres e cidadãs, de modo a transformá-las em "agentes de direito"; desenvolver um pensamento crítico a respeito da legislação existente e dos mecanismos disponíveis para aplicá-los no combate ao sexismo e ao elitismo; promover um processo de democratização do conhecimento jurídico e legal, em particular o que é pertinente à condição feminina e às relações de gênero; criar condições para que as participantes possam orientar outras mulheres em defesa de seus direitos; estimular essas mulheres para que multipliquem os conhecimentos conjuntamente produzidos nos movimentos em que atuem; e capacitá-las para que ajam na promoção e defesa de seus direitos junto ao poder público, propondo e fiscalizando políticas públicas voltadas para equidade de gênero e de combate ao racismo.

As alunas cumprem 24 horas de estágios durante o ano. A maioria dos estágios ocorre durante a semana, em horário comercial, em órgãos públicos, ONGs, eventos com temas de interesse do curso etc.

Com muita alegria, convidamos a todas (os) para participar da Sessão Solene da 15ª curso das Promotoras Legais Populares de Sorocaba, Turma Clara Charf.

O tema da palestra esse ano será "A Memória da luta Feminista contra a Ditadura e pela Democracia" realizada pela professora Vera Capucho.

A homenageada Clara Charf estará presente no evento!




1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Cartilha do Programa Dignidade Menstrual

O Programa Dignidade Menstrual é uma iniciativa do Governo Federal para promover a saúde mestrual de mulheres em situação de vulnerabilidade social. O programa foi lançado em janeiro pelo Ministério d

Comments


bottom of page