Fone: 15. 3234-1788 Rua Manoel José da Fonseca, 387
Centro – Sorocaba-SP

Artigos

Tamanho da FonteDiminuir FonteAumentar Fonte

Promotoras Legais Populares: 11 anos de cidadania

Terça-feira, 12 de Novembro de 2013

Uma dedicação a mais às nossas mulheres. Com este pensamento iniciei há 11 anos o Curso de Capacitação das Promotoras Legais Populares e suas alunas são conhecidas por PLPs; e sua realização foi possível através do Instituto Plena Cidadania (PLENU). Já são mais de 600 mulheres formadas e prontas para atender a comunidade.

O Curso de Capacitação do PLENU é um curso gratuito e que visa capacitar mulheres através da bagagem teórica e prática dos direitos e deveres para o atendimento, dentro da própria comunidade, às vítimas de violência doméstica.

O objetivo do conhecimento é compartilhá-lo e é exatamente isto que as PLPs fazem, disseminam a autonomia e informação às mulheres que muitas vezes sofrem algum tipo de violência dentro de casa, mas desconhecem os seus direitos.

A cada aula as alunas aprendem sobre Direito, Sociologia, Psicologia e Saúde, com profissionais qualificados e que conhecem de perto o drama sofrido pelas vítimas. O intuito é transformar as Promotoras Legais numa ferramenta qualificada para a orientação e gerenciamento de situações em que a vítima teme agir contra o seu agressor.

A aceitação foi tanta que as Promotoras Legais tendem a se multiplicar, já que o curso foi bem aceito e o serviço prestado pelas voluntárias resultou em mais vítimas denunciando o agressor e propagando os direitos previstos em lei, como na Lei 11.340, mais conhecida como: Lei Maria da Penha. Outras cidades da região já mostraram interesse em instalar o curso e levar os mesmos serviços de prevenção e orientação à comunidade local.

O sucesso do PLENU e de suas Promotoras Legais Populares é mérito somente do ideal que fortalece a sua continuidade ano a ano e que busca sempre, inovar em suas aulas, palestras e estágios, a fim de buscar a excelência no atendimento às vítimas.

As mulheres/ vítimas estão com feridas abertas, principalmente em sua alma, após ter consciência que a própria vida está ameaçada e necessitam de um atendimento fraterno e especializado. O que sempre digo e repito é que a nossa felicidade é preservada por nós mesmos e que um ato de violência não é o fim, mas o começo de uma nova vida; sem ameaças, dor e tristeza, somente alegrias.

Parabéns a todas as 600 PLPs formadas que já ajudaram muitas mulheres e suas famílias e parabenizo e encorajo as futuras Promotoras do curso de 2013, "Cora Coralina", que serão as novas propagadoras e defensoras dos direitos das mulheres.

Fonte:  Iara Bernardi

Comentários

Voltar